FANFIC - AGORA E SEMPRE - CAPÍTULO 39

Olá Amores!!! Hoje vamos curtir o 39° capítulo de "Agora e Sempre". Quer acompanhar a história desde o início?Clique aqui.


Edward Cullen põe fim a um fatídico relacionamento com a sua prima Tanya, que inconformada tenta de todas as maneiras trazer-lo de volta para sua cama, onde de fato ele esteve pouquíssima vezes. Isabella Swan de uma forma marcante conhece Edward Cullen irmão de sua melhor amiga Alice, e mesmo sem está preparada se entrega a magia do momento e tem uma maravilhosa noite de amor, porém nem tudo são flores.Será que o amor sobreviverá as armações, intrigas, mentiras, e a uma ex?


Autora : Mery Arruda
Classificação: +18
Gêneros: Hentai, Drama, Romance
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo




Continuação... Por Edward.




Por Edward



Bella havia desabado literalmente, no minuto que eu fui ao banheiro pegar uma toalha para limpa-la ela havia adormecido. Cuidadosamente cuidei de sua higiene e a coloquei confortavelmente no centro da nossa cama, tomei uma ducha e me aconcheguei ao seu lado, puxando-a para meu peito e em questão de segundos adormeci.



******



Todos da família já estavam presentes quando chegamos para o almoço.



— Até que fim deram o ar da graça. — Disse Emmett.



— Bom dia pra você também mano.



— Bom dia? — Emmett olhou o pulso antes de completa. — Não seria boa tarde?



— O transito ta péssimo hoje. — Justifiquei.


— Sei.. sei... — Emmett se aproximou de mim e sussurrou. — A noite não foi suficiente pra vocês? Cara, vocês estão com a cara de quem acabou de trepar.



— Emmett!



— Bem, vamos pra mesa que já vou manda servi o almoço. — Falou mamãe sorrindo pra nós.



Estávamos mais que atrasados, mamãe havia pedido que chegássemos às 11h30min porque queria saber antes de todos o sexo do netinho, mal sabe ela que teria uma grande surpresa.



Mas depois do sexo matinal desabamos na cama e só acordamos ao meio dia, por que Jasper havia ligado para perguntar se já estávamos a caminho, foi o que nos salvou, e mesmo assim ainda chegamos atrasados.



O almoço transcorreu bem, apesar do clima, ou melhor, dizendo sem clima com Alice, que mantinha-se calada, só conversando com Rose, Bella, e nossos pais, não posso recriminá-la, sei o quanto a magoei, e farei de tudo para receber o perdão de minha irmã.



Assim que terminamos dona Esme nos serviu uma deliciosa torta de chocolate, que praticamente foi devorada por Bella e Rose. Serio, elas praticamente não deixaram a gente experimentar.



— Edward, recebi por email os documentos que Aro Volturi havia falado, ele perguntou se tem alguma chance de um de nos irmos até lá essa semana. — Falou Emmett.



— Não acho uma boa idéia um de nos afastarmos nesse momento. — Falei olhando para nossas esposas que conversava animadamente com Alice e nossa mãe, enquanto comia mais um pedaço de torta.



— Também acho, — Ele se aproximou mais e sussurrou. — Alguma noticia da destrambelhada?



— Ainda não, ontem falei com o delegado, mais ele ainda não conseguiu intimá-la, mas sinceramente, acho que não estão se esforçando.



— Mas essas coisas e difícil mesmo, nos sabemos.



— Emmett, eles não conseguir encontrá-la, forneci todos os endereços.



— Mas ela voltou a incomodar a Bella?



— O celular dela está comigo, mas o deixo desligado.



— Ela não tentou se aproxima de você?



— Graças a Deus não. — Suspirei. — A Jane deu alguma noticia?



Jane da ultima vez em que nos falamos, ela se comprometeu a nos manter informado caso soubesse de algum passo que a Tanya fosse dá.



— Não, mais estou em alerta.



— E como vão as coisas entre você e a Rose?



— Graças a Deus esta bem, minha branquinha me perdoou.



— Bella também. — Suspirei aliviado. — Nunca mais vou decepcionar minha pequena.



— Eu também mano, elas não merecem. — Olhamos pra elas. — Caraca a barriga da Bella ta enorme. — Disse Emmett. — Ela ta de quantos meses?



— Essa semana ela faz seis. — Falei sorrindo e admirando minha esposa. — E a Rose?



— Cinco. — Ele respondeu com um enorme sorriso. — Estou louco pra saber o sexo, mas ainda não conseguimos ver. Rose aposta que é uma menina, mas eu acho que é um garoto.



Alice estava com as mãos na barriga de Bella e sorria, com certeza sentindo os chutes. Bella me olhou sorrindo e eu ampliei ainda mais o meu sorriso.



— Cara, para de baba. – Emmett deu um soco em meu braço.



— Isso dói sabia. — Falei esfregando o local.



— Limpa a baba. — Ele disse sorrindo e foi ate sua esposa, dando-lhe um beijo. Até parece que ele não agia da mesma forma que eu.



— Bem crianças. — Falou dona Esme, ela não perdia a mania de nos chamar assim. — Eu e seu pai temos uma surpresa pra vocês.



— A senhora ta grávida? — perguntou Emmett.



— E qual o problema se fosse isso? — Perguntou papai abraçando mamãe por trás e beijando seu pescoço. — Temos uma vida muito ativa. — Ele falou e piscou pra nos, deixando dana Esme vermelha.



— Carlisle! — Ela deu um tapa em sua mão. — Depois diz que não sabe a quem o Emm, puxou.



Todos nos rimos.



— Bem, sua mãe não está grávida... — Começou papai, mas parou e olhou interrogativo pra ela. — Está meu bem?



— Pare de brincadeira e conte logo.



— Bem, já foram concluídas as obras do orfanato, e já podemos entregá-lo.



— Que maravilha papai, — Falou Alice. — Já sabe quando vão fazer as transferências das crianças.



— Bem sua mãe pensou em fazer uma festa de recepção.



— Eu ajudo. — Disse Alice.



— Bem foi isso mesmo que pensei, como a Bella e a Rose, estão com esses barrigão, acho que só resta a nos duas. — Disse mamãe sorrindo.



— Mais eu quero ajudar também. — Falaram Bella e Rose.



— Vamos programar tudo direitinho e dividir as tarefas, vocês duas ficaram com os mais leves, tudo bem? — Mamãe perguntou a Bella, mas seu olha veio em minha direção.



Bella sorriu e acompanhou o olhar dela, e se aproximou ficando em minha frente.



— Não ha nada demais meu amor, prometo não me esforça muito, mas você sabe o quanto isso é importante pra mim.



— Eu sei, nos todos ajudaremos. — Falei abraçando-a e beijando sua cabeça.



— Amor, não precisa ficar preocupado, estou bem, estamos aqui na casa de seus pais, em segurança o que poderia me acontecer.



— Eu sei carinho, mais eu não fico tranqüilo...



Ela me olhou mordendo os lábios e sussurrou, para que só eu pudesse escutá-la.



— Você não está sendo justo com o Emmett, se afastando tanto do escritório. — Olhei pra ela levantando a sobrancelha. — Olha a Rose, está na mesma situação, e precisa dele perto também.



— Não tem uma louca, atrás da Rose. — Falei entre os dentes.



— Eu sei, eu sei, mais estarei com sua mãe ou Alice, prometo nunca sair sozinha.



— Não sei Bella. — Falei e olhei pra minha mãe, que me entendeu de imediato.



— Bella e Rose poderiam ficar aqui em casa, aonde vamos concentra toda organização, dessa forma não se cansam muito e podem estar entrando em contato com os Buffet, vendo convites essas coisas. — Ela olhou pra Alice.



— E o mais sensato a se fazer. — Disse Alice sorrindo para Bella e Rose. — Alem do mais, não quero meus sobrinhos se aventurando por ai.



— Ta Alice, vocês dois são bem irmão mesmo. — Disse Bella apontando para nos. — Até brigados conspiram ao mesmo favor.



— Bem, — Se pronunciou Carlisle. — Já que resolveram tudo, agora quero saber. — Ele sorriu pra Bella e Rose. — Qual o sexo dos meus netos.



Rose olhou pra Emmett e sorriu antes de falar.



— O nosso não se mostrou ainda, ta deixando Emm, de cabelos brancos de tanta curiosidade.



— Puxou a ele, pois fez isso conosco também só se mostrou na ultima ultra-som. — Falou mamãe sorrindo. — O Carlisle já não aguentava de tanta curiosidade.



— Mas eu sempre soube que seria um garotão. — Disse Carlisle.



— É mais em todas consulta, ficava alisando e conversando com minha barriga, dizendo, hoje você vai se mostra pro papai. — Ela imitou a voz dele e todos nos sorrimos.



— Vão rindo. — Disse ele puxando-a para um abraço. — Daqui a alguns anos vocês estarão passando por isso. Ai será a minha vez de ri. — Ele falou sorrindo e beijou o rosto de Esme de forma carinhosa.



— E vocês tiveram sucesso? — Perguntou Emmett pra mim, sorri e peguei a caixa de charutos na mesa de centro abrindo.



— É um menino? — Perguntou Jasper que estava sentando abraçando Alice.



— Na verdade. — Comecei e olhei pra Bella. — Eu falo ou você amor?



— Vá em frente. — Ela responde sorrindo.



— São dois meni...



— Eu falei Belinha que sua barriga tava muito grande pra ser um só — Pulou Alice da poltrona abraçando Bella. — Meu deus Gêmeos!



— Alice seu irmão ainda não terminou de falar. — Bella falou sorrindo.



— NÃO! — Exclamou mamãe.



— Não mamãe. — Voltei a falar. — Na verdade são...



— Fala logo cara! — Disse Emmett sorrindo.



— São dois meninos e uma menina.



Emmett arregalou os olhos, e ficou calado enquanto todos nos abraçavam.



— Gozada do caralho mano.



— Emmett! — Gritou Rose. — Tenha modos.



— Três, Rose. — Ele sorriu e veio em minha direção me pegando em um abraço forte. — Cara tu tem que me contar como foi isso, tu é menor que eu e...



— O que meu tamanho tem haver cabeçudo?



— Deixe de besteira vocês dois. — Disse papai sorrindo. — Vem aqui filho, meus parabéns.



— Obrigado Pai.



— E você também Bella.



— Obrigada Carlisle.



— Bella, temos que ver o quarto dos bebês. — Disse Esme.



— Edward acha que o quarto é pequeno.



— E ele tem razão, serão três berços, fora as outras coisas.



— Eu estou pensando em nos mudarmos para uma casa, mamãe, será melhor.



— Concordo Filho. — Disse Carlisle.



— Mas por enquanto ficaremos lá. — Disse Bella.



— Nada disso. — Disse mamãe. — Vocês ficarão aqui conosco, serão três bebês filha você precisará de toda ajuda, e a casa e grande cabe todos aqui. — olhou pra Rose e sorriu. — Você também ficará aqui, já até andei vendo, a decoração e os moveis do quarto para vocês.



— Não precisa Esme.



— Precisa sim. — Ela se aproximou de Rose — Bella terá os bebês primeiro, e logo em seguida você, — Sorriu. — você acha que ficarei tranquila não tendo vocês aqui? E vocês acham que esses Homens terão cabeça para alguma coisa? Vão ficar babando nos filhos.



— E eu posso ajudar também. — Disse Alice.



— Lógico que sim, mesmo contratando babás, nunca será suficiente.



— Confesse. — Disse Emmett abraçando e beijando nossa mãe. — A senhora esta com saudades do tempo que tinha a casa cheia de crianças correndo.



— Lógico que sinto vocês eram uma gracinha.



— Menos quando acordava na hora que estávamos...



— Carlisle! — Gritou mamãe corada.



— To mentido, quantas vezes esse grandão entrou correndo em nosso quarto quando era criança? Pegando-nos desprevenidos. — papai sorriu. — Uma vez até da cama cai.



Todos nos explodimos em gargalhadas, deixando mamãe mais corada ainda.



— Está bem, vamos mudar de assunto. — Disse ela. — Rose já tem o enxoval que compramos a semana passada, faltou alguma coisa filha?



— Não Esme, tem tudo já.



— Bem, Bella poderíamos ver umas revistas. — ela voltou a Rose — Você ainda está com as revista que escolhemos o seu?



— Ficou com você Esme.



— Bem, eu pensei que poderíamos ir ao Shopping e ver algumas coisas por lá. — Bella falou.



— Perfeito Belinha, — Falou Alice. — Vamos nós quatros.



— Ótimo. — Disse mamãe e olhou pra mim



Bella me olhou, como se esperando minha recusa.



— Tudo bem amor eu e o Emmett temos muitas coisas a resolver no escritório — Sorri. — Mas me ligue se precisar de alguma coisa.



— Eu ligarei.



Ela falou me beijando levemente nos lábios e seguiu com Alice e Rose, para se arrumarem, e em menos de meia hora já estavam se despedindo de nos.



— Carinho, tome. — Entreguei meu cartão de credito. — A senha você se lembra?



— Não precisa amor.



— Precisa sim — Beijei-a — Se esquecer a senha a Alice sabe.



— Tudo bem. — Ela me abraçou. — Não esta chateado por eu está indo com elas não é, já que tínhamos combinado de rimos juntos?



— De jeito nenhum, realmente preciso me reunir com o Emmett, temos uns documentos para analisar.



— Esta bem, — Ela me beijou novamente. — Eu te amo.



— Também te amo e se cuide, aproveite e compre um novo celular.



— Ok! Assim que comprar te ligo.



Elas saíram no carro da mamãe, e logo em seguida fui para o escritório com o Emmett, papai foi para o Hospital e Jasper tinha algumas reuniões e partiu logo após as mulheres.



Assim que chegamos ao escritório nos afundamos no trabalho e vi que a Bella tinha razão, eu estava sendo negligente com o escritório e deixando meu irmão na mão.



— Desculpa mano. — Falei.



— Por quê?



— Por te abandonado as coisas por aqui.



— Que isso Edward, você não abandonou nada e eu entendo perfeitamente seu temor em deixar a Bella só.



— Eu fico com o coração na mão.



— Mas se acalme nada vai acontecer.



— Assim espero, — Falei suspirando.



— O que achou da situação do Aro?



— Reversível, mas ele deveria ter nos procurado antes, e não deixar chegar a esse ponto.



— Será preciso ir lá?



— Não, podemos resolver tudo daqui, mas se em ultimo caso for preciso, ai a gente vê como faz.



Voltamos a mergulhar no trabalho, sem perceber a hora avançar, já sentia meu corpo dolorido por tantas horas sentado e digitando, era uma infinidade de email que precisava ser respondido. Sentenças a serem recorridas. Ou seja, tudo voltando ao seu normal.



— Emmett foi remarcada a audiência de apelação...



Meu celular começou a tocar, e levantei da mesa onde até então estávamos trabalhando e peguei-o sobre a minha mesa, olhei seu visor, não era um número conhecido, lembrando-me que Bella iria compra um novo celular, atendi sorrindo já imaginando escuta a doce e meiga voz de minha mulher.



— Oi bebê?



— Edward, estou sangrando é muito sangue... Muito sangue, me ajude...





Fim Por Edward




Continua...




4 comentários:

Jannáyra Menezes disse...

Vixi...sera que é bella?e a tania passou um susto nela..ou é a tania fazendo graça?meu Deus.

LAV RIBEIRO disse...

acho que é TÂNIA....

Joelma Pacheco disse...

OMG quem sera ? ansiosa

Cida Silva disse...

Nao vejo a hr de ler os próximos capítulos , espero que coloquem longo os próximos capítulos . E acho que é a Tanya , espero ela tenha perdido o filho e deixe a família Cullen em paz .

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o post: