FANFIC - NA ESCURIDÃO - CAPÍTULO 10

Olá Amores!!! Hoje vamos curtir o 10° capítulo de "Na Escuridão". Quer acompanhar a história desde o início? Clique aqui.



Foi uma noite intensa. Precisa de um alívio... precisava fugir da dor. Aqueles olhos em mim.. seu corpo junto ao meu. Tudo isso dissipou minha dor, me deu um calmante natural. Mas não queria me envolver, não queria mais ninguém. Até ver a merda daquele exame me dizendo que a noite não tinha acabado. Eu não sabia nem o nome dele. Que merda!


Autora : Isabella Cullen
Classificação: +18
Gêneros: Romance
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez.




Capítulo 10 Eu posso ser assim?



– Como está essa semana Isabella?- Irina quando queria ser irritante era muito boa.

– Normal. – disse indiferente.

– Bom, como vai a questão de se envolver com o Edward?

– Não tem envolvimento.

– Ele não está morando aqui? Algum envolvimento vocês estão tendo.

Corei ao lembrar da noite em que ele disse que ele era minha foda, meu corpo queria aquilo de novo. Irina percebeu.

– E então foi bom? – ela sorria maliciosamente, safada!

– É estranho... foi só uma vez... Jacob pensou que eu estava sozinha... deu merda!

– Jacob está de volta?

– Sim e não pára de me ligar!

– Isso é ruim, combinamos uma relação monogâmica não lembra?

– NÃO TEM RELAÇÃO MONOGAMICA COM EDWARD CULLEN IRINA. – ela permanceu calma no sofá da minha casa.

–Mas transaram.

– Um vez.

– E você quer mais. – aquilo era uma merda de afirmação.

– Se a conversa continuar por esse lado vou querer beber e não posso.

– Como estamos com os problemas ligados a sua bebida. Já pulou a cerca?

– Não. Edward me mata se fizer isso.

– E por que isso é importante? – ela se levantou e foi para o bar. Mulher irritante ia beber.- Estamos só nós duas aqui, numa tarde de segunda. – ela começou a preparar um drink. Pela quantidade para duas pessoas. – Desde quando o que ele diz importa?

– Não me provoca.

– Isabella não estou te entendendo. – ela serviu, dois copos. Era um Martine, meu favorito. Puta merda eu estava ferrada se bebesse aquilo. Respirei fundo e me ajeitei na cadeira, querendo ficar grudada naquela cadeira. – Um pouco? – ela ofereceu e provou o dela. – Está bom, eu sei fazer um melhor, mas não tem aqui bluesteak.

– Irina não adianta, não vou beber porque essa criança é importante para ele e para mim. É ISSO QUE QUER OUVIR? AGORA SAIA DA MERDA DESSE BAR ANTES QUE EU MESMA TIRE VOCÊ DAÍ.

E ela sorriu, jogou a bebida fora na pequena pia e voltou ao seu lugar.

– Fizemos progressos hoje Isabella. Parabéns!

– Merda nenhuma!

– Como vão as coisas com seu tio? Já contou a ele?

– Acho que ele está viajando, fechando acordos com algum país na Ásia, acho que isso me fará ficar pior se souber que tipo de acordo ele está fechando agora.

– A empresa é sua, você está fechando os acordos.

– Não posso vender a empresa, meu pai... o legado dele... Irina se ele estivesse aqui...

– Mas ele não está e sustentar a maioria das guerras pelo mundo só acabou com você.

– Vou conversar com Aro, mas antes preciso de um pouco de paz. Essa gravidez está mexendo comigo, a família perfeita de Edward está me deixando louca. Acredita que Esme me convidou para ir na casa dela? NA CASA DELA! Vamos fazer o que? Ler Jane Austen e tomar chá?

– Isso é uma pedida. Um programa saudável.

– Sabe o quanto eu sinto falta de uma coisa menos saudável?

– Isso é porque você encarava isso como fuga e agora tem encarar como todos os mortais a realidade. O que me leva a pergunta, como vamos em relação ao seu pai? Já...

–NEM PENSE EM IR POR ESSE CAMINHO.

– Vi que não. – ela olhou o relógio. – Nosso tempo acabou. Até amanhã.

– Amanhã?

– Terapia de casal quero ver como você e Edward estão.

– Irina... não somos um casal.

– São pais e isso precisa ser administrado Isabella. Essa criança precisa vir , com vocês sabendo que precisam se dar bem.

– E se eu não quiser ficar com a criança? Irina...

– Isabella, vai repetir o que seu pai fez?

Uma dor no peito me invadiu e quis chorar, abaixei a cabeça.

– Bom, pense no que está sentindo e me ligue se precisar. E ela saiu e alguns segundo depois Edward entrou e me viu chorando.

– O que foi? Bella? – ele se aproximou.

– Nada... nada.... vou me deitar.

E deixei ele ali me olhando. Precisava respirar e pensar. Tudo que Edward representava dava nó na minha cabeça. Não podia beber, fumar ou ir para a balada. O que seria uma ótima ideia, estava grávida e não inválida. Uma saída ia me fazer bem... o que abre em plena segunda? A Monster abria todos os dias.Mandei uma mensagem para Jacob.

Precisamos conversar, pare de me mandar mensagens. Quando EU quiser te ligo.

A resposta veio alguns segundos depois.

Isabella... não te entendo. Mas vou esperar. Isso só torna tudo ainda melhor.

Se fosse em outro tempo seria excitante, mas agora era estranho. Não era um jogo, e ele estava jogando sozinho. Dois anos e eu sabia que ele e eu quase... quase ficamos juntos, seria uma relação estranha e torta, mas foi o máximo de relacionamento que tive e Irina sempre avisou que isso seria um erro se acontecesse. Por isso sempre o afastei depois de horas de sexo maravilhoso.

Esperei Edward ir se deitar, já eram dez horas. Me arrumei, coloquei o meu perfume mais sensual e um salto não tão alto, minhas calças não cabiam mais em mim pela nova cintura então um vestido ia ser uma boa pedida. Um vestido preto, cabelos soltos e salto. Perfeito! Isso ia deixar alguns tarados malucos. Avisei Josh por mensagem para deixar meu carro na entrada do prédio e assim que saí lá estava Josh e alguns rapazes com roupas informais.

– Não abra a sua boca para Edward ouviu?

– Sim Sra. Swam. – ele riu.

E eu dirigi com eles na minha cola, não ia beber, por isso poderia muito bem voltar dirigindo. Na entrada já vi que a noite seria uma boa distração, estava lotada de desocupados igual a mim. Só que lembrei do hospital e tinha que voltar cedo. Olhei meu relógio e já eram onze.... se eu ficasse até as duas daria tempo de dormir um pouco. A batida estava gostosa e comecei a dançar e esquecer... mandei a merda para os problemas relacionados ao meu pai, a minha mania de me afastar as pessoas.... NÃO ESTAVA PENSANDO EM NADA COM A BATIDA FORTE. Um rapaz se aproximou e eu gentilmente me afastei dele, hoje eu seria a minha companhia. Dançando e me mexendo com aquele vestido vi os olhares me devorarem e logo me empolguei, estava com saudade dessa sensação. Olhei o relógio, eram meia noite e eu precisava beber alguma coisa. Esme falou em boa hidratação... isso deveria ser algo importante para ela ter mencionado. Sentei num dos bancos do bar e pedi água. Estranho, o cheiro da bebida já me fazia sentir meu estômago reclamar... enjôo? Não era cedo para isso? Precisava dançar mais um pouco e depois ir para casa. Bebi a garrafa toda e senti vontade de ter Edward ali, como na noite em que nos conhecemos, e a música mudou, reconheci a batida. Promíscuos girls da Nelly Furtado, merda… essa música me lembrou Edward. Tive vontade de agarrar alguém, qualquer um. Fui para pista e fechei os olhos, imaginei ele ali comigo e a música recomeçou, o DJ deveria estar maluco e eu senti as mãos no meu corpo. Ele estava ali, reconheceria suas mãos até no meio da multidão. Meu corpo agora se mexia com ele e senti sua ereção na minha bunda, soltei um gemido. Queria ele mais que tudo... até da bebida. Ele foi beijando meu pescoço e sua mão dançando pelo meu corpo. A música era nossa, a nossa cara. E ele cantou o refrão no meu ouvido me fazendo virar e cantar a minha parte para ele. Nos beijamos na pista ignorando o resto, sua mão e as minhas percorrendo todo a extensão de nossos corpos.

– Não devia ter saído sem me avisar. – ele disse ainda dançando.

– Precisava espairecer.

E ele me puxou para fora da boate e me levou num beco... ai meu Deus um outro beco. Ele me encostou na parede e ficou me olhando. Me comendo com os olhos.

– Esse vestido é muito sexy.

– E você vai fazer o quê?

Ele se aproximou de mim e começou a me beijar intensamente.

– Vou te fuder.

Levantou meu vestido e eu já estava molhada a muito tempo, então ele me penetrou, gemi alto, mas a música do lado de dentro abafou.

– Geme... geme...

– Ai... com força .... – Não conseguia mais dizer nada, minha mente estava delirando com suas estocadas.

– Edward... eu..

– Goza no meu pau!

E fomos juntos novamente. Era incrível a sintonia dos nossos corpos. Ele era minha foda com certeza! Não estava nem aí. Ele se afastou e eu ajeitei meu vestido e ele as calças.

– Como descobriu?

– Josh me avisou.

– Ele.. mas eu...

– Bella eu sou o pai desse filho e ele sabe disso. Ele entende.

– Vou demitir aquele desgraçado!

– Não vai não. - Ele pegou na minha mão e eu me senti estranha, Edward tinha me dado as mãos, era como se fossemos... namorados? Ele sorria e abriu a porta do seu carro para eu entrar.

– Meu carro?

– Já levaram.

E entrei, aquilo estava ficando confuso demais. Fui calada a viagem toda e percebendo como eu estava com Edward, no carro dele, saindo de uma boate de mãos dadas. Eu tinha gostado daquilo, aquilo era estranho demais. Uma foda boa, queria mais... será que teria mais? Olhei para ele, estava calmo. Relacionamento.... não era boa nisso. Ele queria algo sério... fidelidade... eu seria capaz de dar isso a alguém?

– No que está pensando? – ele perguntou.

– Que você é um cara de relacionamentos sérios.

Ele sorriu.

– O que está querendo comigo? Não sou a menina certa que casa e tem filhos.

Ele sorriu mais largamente e me olhou.

–Não percebeu Bella... já moramos juntos e você está grávida.

Puta merda ele estava certo.

8 comentários:

tete disse...

que lindo eles sao perfeitos essa estoria faz agente sonhar beijos

LAV RIBEIRO disse...

rsrsrs a mais pura verdade

Claudia Mendes disse...

Oi ... Só hj depois do décimo capitulo deixo meu comentário, rsrsrs.... To salvando todos os capítulos p ler td d uma vez só, mais to me segurando p aguentar e n ler uma linha se quer, rsrsrsrsrs...
Vc tem ideia q qntos capítulos terá a fic ou vc vai escrevendo e postando?

Sa Team Robsten disse...

Cláudia, não sei como vc resiste kkk. A Fic tem 27 capítulos

Jannáyra Menezes disse...

Oooooooohh eu estou amando a fic..que quimica esses dois tem!

Claudia Mendes disse...

Tenho q resisitir ´q é pior se eu começar a ler e n tiver logo um fim, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sakurahot disse...

Genial...vim aqui deixar um post.
Apesar de ja ter lido resolvi escrever...assim mtos saberam...q essa história é show
Rs....!

Bells disse...

Adoreiii

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o post: