FANFIC - O CARA DE JERSEY - CAPÍTULO 32

Olá Amores!!! Hoje vamos curtir o 32° capítulo de "O Cara de Jersey". Quer acompanhar a história desde o início?Clique aqui.


Autora : Nana Medeiros
Contato : https://www.facebook.com/unica.nanamedeiros?fref=ts
Categorias: Saga Crepúsculo
Classificação: +18
Gêneros: Romance
Avisos: Sexo





Capítulo 32



(POV ISABELLA)

"Ser feliz não significa que tudo é perfeito.... Significa que você decidiu olhar além das imperfeições." (autor desconhecido)

Era isso que eu pensava, era nisso que eu estava agarrando-me até hoje. Minha vida nunca fora a perfeita, mas sempre fiz questão de enxergar além de minhas imperfeições, sejam elas físicas ou mentais!

Anthony era o meu perfeito paraíso, meu marido, amigo e companheiro. Tenho certeza que será um pai maravilhoso.

Mesmo que eu não resista a essa gravidez, não iria me torturar por isso, tenho certeza que Anthony será perfeito.

A alguns dias uma leve tontura misturada a fortes enjoos vem atormentando meus dias, sei o quê isso significa, lembro bem do que o médico me disse em particular, na última consulta médica.

Mas não iria colocar a vida de meu pequeno milagre em risco.

O sonho que tive com Shanti foi algo que não me amedrontou, me deixou triste, enciumada, mas ao mesmo tempo confortada. Será que seria assim? Se algo me acontecesse?

Só espero que Anthony não sofra, como parecia sofrer em meu sonho. Mas sei que este sonho foi apenas fruto de minha insegurança, de meus medos internos.

Acredito que este fim-de-semana vai fazer-me relaxar, estar perto de meus amigos me fará bem. A companhia de meu marido é sempre maravilhosa, mas estar ao lado dos meus amigos também faz parte, é algo como equilibrar minha vida social.

Nunca me acostumei a viver numa casa com poucas pessoas – afinal fui criada em um lar para meninas – Muito menos isolada do mundo real, como tem sido minha rotina na fazenda. Sinto falta do barulho da cidade, das maravilhosas padarias espalhadas pelo centro, onde se encontra os melhores cupcakes de NYC…Hum! Por pensar neles me deu aguá na boca!

Hoje a noite, iremos sair com Jess e seu namorado, o Mike. Ao que me parece, eles engataram em um namoro sério, e minha amiga finalmente perdeu sua virgindade.

Iriamos encontrar também minha cunhada mimada e excêntrica que atende por Rosalie, e seu namorado bobo, doce e gentil, Emmett. Shanti também iria, então creio eu que o programa seria bem leve, afinal de contas ela ainda é menor de idade.

Nada de homens (gogo-boys) vestido de policiais! Ah…lembrar disso me faz ter crise de risos, a surpresa nada convencional que preparamos a Jess a quase dois anos no dia de seu aniversário foi um tanto demais!

Hoje minha dorzinha de cabeça - que se concentra principalmente na nuca, conseqüência de minha alta pressão arterial– estava incomodando bastante. Mas não queria preocupar nenhum deles.

Sai de casa com meu lindo marido, e minha amiga Jess, Shanti também estava na sala, e aproveitei para perguntar a ela o quê significava Yanni.

– O quê significa Yanni, Shanti?

– Onde ouviu este nome? – Ela me respondeu com outra pergunta, e parecia surpresa.

– Por ai, porquê?

– Por nada,é que minha mãe me chamava assim quando criança! Significa Presente de Deus!

Então não poderia ser má presságio o sonho que tive, já que o nome não era ruim. Ao contrário, era algo bom, algo vindo de Deus.

– É lindo! - Sussurrei, mas meu lindo e atento marido ouviu.

Ele sorriu para mim e segurou firme em minha cintura como sempre. E me sentindo tão segura e amada em seus braços eu relaxei e pude me deliciar com a sensação que seu hálito fresco causava em meu corpo, quando ele sussurrava qualquer coisa em meu ouvido.

– Este nome é lindo, amor! – Ele disse, fazendo meus pelos do corpo se eriçarem.

(FIM POV ISABELLA)









(POV NARRADOR)

O carro parou frente a uma casa, numa área afastada do centro. Um bairro residencial, elegante e tranquilo. Do tipo onde crianças podem brincar as tardes de verão na calçada, ou até mesmo pedalar pelas ruas tranquilas e policiadas.

Isabella olhou para a fachada de pedra antiga da casa e suspirou impaciente. Ela não era chegada a surpresas, e aquela casa era desconhecida para ela.

Desceram do carro em silêncio e tocaram a campainha, uma senhora de meia-idade e usando uniforme de empregada num tom escuro de azul, atendeu a porta sorrindo e desejou ‘’boas vindas’’ a eles.

Uma ante-sala levava os visitantes a sala principal, e ali Isabella, Anthony, Shanti e Jess foram recebidos, deixando seus grossos casacos de inverno com a empregada.

Isabella ouvia vozes na casa, e percebeu que ela e seu marido não eram os únicos convidados da noite. Uma música baixa e instrumental tocava no ambiente, dando um requinte a recepção.

Era uma sala ampla, com uma decoração clara, e muito refinada. Havia muitos arranjos de flores do tipo copo-de-leite pelo comodo. E uma jovem simpática que vestia um conjunto de saia e blazer no mesmo tom de azul que da outra empregada, servia taças de champanhe.

– Até que emfim chegou amor! – Mike vinha de encontro a eles, vestindo uma calça preta social, camisa num tom claríssimo de rosa, com mangas dobradas e sem gravata. Ele estava com os cabelos maiores por conta de um novo personagem, e isso o deixava com uma aparência muito exótica. Além de continuar um homem belo e sedutor, com profundos olhos azul-piscina.

– Oi, me desculpe o atraso! – Jess respondeu se agarrando aos braços do namorado, ficando na ponta dos pés para beija-lo.

O casal se beijava, parecendo ter esquecer de Isabella, Anthony e Shanti de pé logo atrás deles, e então Shanti fez o favor de cortar o momento um tanto constrangedor.

– Hey, Pombinhos! Estamos aquiiii… - Shanti cantarolou, e Anthony não conseguiu segurar a risada, e levou uma cotovelada de Isabella. Que estava com tanta vergonha que sua face estava pintada de vermelho.

Mike se virou e encarou seus convidados.

– Ola! Como vão? – Ele sorriu simpático, ainda agarrado a Jessye, que parecia sumir em seus braços que como todo ele era grande. Mas seus olhos foram para o ventre de Isabella e isso deixou Anthony enciumado. Mas ele se conteve.

– Minha nossa! Olha como esta barriguinha cresceu rápido! Parabéns! – Ele disse sincero e sem maldades, fazendo Anthony esquecer o ciúme que sentiu segundos atrás e sorrir orgulhoso.

– Obrigada! – Anthony foi quem respondeu, e logo beijou o alto da cabeça de Isabella, a puxando para ainda mais perto. Claramente marcando território!

– Bem…então, sejam bem-vindos! Se acomodem, fiquem á vontade! – Mike disse meio sem jeito e encarou Jess.

– Temos que resolver alguns detalhes amor!

– Tem de ser agora? – Jess perguntou envergonhada e olhou para seus amigos a sua frente.

– Er…sim, é inadiável. – Mike garantiu.

– Tudo bem. Vai lá, estamos bem. – Isabella garantiu a amiga.

Assim que Jess se afastou acompanhada de Mike, ela encarou Anthony e Shanti.

– O quê esta acontecendo aqui? Que festa é essa? E de quem é esta casa?

– Esta casa é dos pais do Mike. – Shanti respondeu, e olhando em volta já acenava para alguém.

– Eu nem conheço essa gente. O quê estamos fazendo aqui?

– Conhecemos sim! Quero dizer, eu conheço. E você é, como se eles te conhecessem também, Jessye vive falando de você! – Shanti dissee Anthony sorriu relaxado ao lado de Isabella.

– O quê você sabe sobre isso? – Isabella perguntou ao marido.

– Sei que fomos convidados para uma festa! – Anthony disse e segurou a mão de sua esposa e a puxou com ele. – Venha, vamos nos divertir!

Eles tomaram o centro da festa, e foram cumprimentados por algumas pessoas, que parecia conhece-los muito bem, mesmo Isabella não sabendo quem eram. Afinal, eles eram um casal público e famoso, mesmo não querendo ser.

A jovem empregada passou e serviu a Isabella suco de frutas vermelhas, e ela sorriu agradecida. Desconfiando que tenha sido sua amiga Jess, quem deve ter enviado a jovem.

Anthony pegou uma taça de vinho, e ambos foram para uma área mais calma, uma outra sala, repleta de quadros, com fotos de familia e uma lareira.

Shanti estava já enturmada com um grupo de moças.

– Pensei que seria apenas nós! – Isabella comentou, olhando em volta aquelas pessoas, sem conhecer uma sequer.

– Relaxa amor! – Anthony disse e a beijou, abraçados em sofá da sala com portas duplas, que estavam abertas, dando uma visão de toda a festa que estava acontecendo na ampla sala principal.

Passaram-se uns vinte minutos e logo Rosalie chegou sorrindo e acompanhada de Emmett.

– E ai cunhado! – Emmett esticou a mão de forma animada para Anthony que respondeu no mesmo tom.

– Ola Isa, como você está linda! E meu sobrinho, como vai? - Rosalie abraçou Isabella. Ao que parecia, Rosalie estava em um de seus raros dias bem-humorados.

– Ou sobrinha. – Isabella pontuou sorrindo, um pouco mais a vontade em ver caras conhecidas naquela festa. – Está ótimo! E vocês? Quando sai este casamento? – Isabella perguntou e viu quando Anthony franziu o cenho.

– Se dependesse de mim, seria amanhã mesmo! – Emmett garantiu olhando Rosalie com paixão.

– Emmet pensa que é tudo assim, tão simples! – Rosalie disse sem graça.

– Mas não existe complicações! Se vocês se amam, é simples assim! Não é amor? – Isabella olhou para o marido que parecia desconfortável com o assunto, ele parecia estar com um bobo ciume de sua irmã.

– Rose ainda é muito jovem amor! – Anthony disse sorrindo contra vontade.

Isabella revirou os olhos, e mudou de assunto.

– E então, vocês sabem o porquê desta festa? – Isabella perguntou.

– Ah é o … aiii! – Emmett chiou quando calado por uma cotovelada de Rosalie.

– Aniversário do Mike! – Rosalie mentiu. – Jess não contou?

– Não. – Isabella respondeu desconfiada.

– Aquela ali está a cada dia mais louca! – Rosalie disse teatralmente.

– Quem está a cada dia mais louca? – Jess voltava com Mike ao seu lado.

– Olha vocês ai! – Rosalie desconversou.

– Venham, os pais do Mike estão loucos para lhe conhecer amiga! – Jess falou, puxando Isabella dos braços de Anthony, que ficou para trás junto com os outros. Então Mike conduziu todo o grupo para a sala principal.


– Ela é ainda mais linda pessoalmente, Jessye! – Uma jovem senhora simpática, loira e conservada disse sorrindo ao abraçar Isabella. Ao seu lado estava seu marido, um senhor charmoso, alto, com cabelos grisalhos e lindos olhos azuis impenetráveis como os de Mike.

– Obrigada senhora Ellen. – Isabella agradeceu sem jeito, pela primeira vez. Já que com sua antiga carreira de modelo estava acostumada a receber elogios por todos.

– Prazer, sou o sogro desta criatura adorável! – Disse o homem, e sorriu para Jess, era visível que ela era adorada pelos sogros.

– Vejo que minha amiga está em boas mãos!

– É claro que está! – Mike disse beijando o rosto de Jess, que sorriu feliz aos braços de seu namorado.

– E este é seu marido! Anthony Masen. – Jess disse apontando para Anthony. – Anthony, este são meus sogros, Senhor Richard Ford e Ellen Ford.

– Prazer em conhecê-lo. – Anthony apertou a mão do homem, e beijou a mão da senhora, em respeito. – Um prazer também conhecê-la senhora!

– Além de muito bonito é um cavalheiro! Ora! – Ellen disse bem-humorada.

– São os traços do sangue Italiano! – Isabella ironizou. – Um verdadeiro galanteador.

– Minha mãe era Italiana, não eu, amor! – Anthony murmurou.

Todos sorriram, deixando Anthony tímido, mas entrando na brincadeira.

Mais alguns minutos de falarem amenidades, e sorrirem de algumas histórias que Isabella contou sobre Jess, até que Mike se levantou.

– Bem, acho que está na hora! – Ele disse e olhou para a garçonete que assentiu e saiu, logo voltando com mais champanhe.

– Amor! – Ele disse esticando sua mão para Jess que se levantou da cadeira e foi para seu lado.

– Sei que alguns aqui podem pensar que estamos indo rápidos demais. Mas o fato é que a menos de seis meses atrás eu estava numa boate, e uma garota linda, loira e pequena me chamou a atenção! – Mike disse com brilho nos olhos, sorrindo bobo para Jessye.

E isso fez Anthony lembrar do dia seguinte ao acontecido, quando ele abriu o jornal, e viu uma foto de Isabella falando com Mike, e como a notícia foi vendida, fazendo ele explodir de ciúmes, mesmo estando a meses separado dela.

– E então, quando eu cheguei até ela… - Mike olhou para Jess ao seu lado e continuou. – Ela estava completamente bêbada, e dançando feito uma louca!

Neste momento todos gargalharam e isso deixou Jess com a face avermelhada, totalmente envergonhada. E mesmo com ela o reprimindo, ele sorriu e continuou a história.

– Então, eu disse a melhor amiga dela… – Ele olhou para Isabella que sorriu cúmplice.- Eu queria muito conhecer sua amiga, mas vejo que ela não está em condições!

– Você esqueceu da parte que disse que não tinha boas intenções com ela! – Isabella emendou, fazendo Jess ficar ainda mais constrangida, e mais uma rodada de risadas passou pela sala.

– Esse é meu filho! – O senhor Richard Ford se animou, coisas de homem.

– Fica quieto Richard! – Ellen controlou seu marido.

– Isabella me deu um cartão dela naquela noite, e com a sua ajuda. Consegui o meu primeiro encontro com minha loirinha!

– Obrigada amiga! – Jess murmurou para Isabella que sorriu em resposta.

– Depois de um jantar desastroso, e algumas taças viradas na mesa, demos o nosso primeiro beijo!

– Segundo! – Jess corrigiu.

– Primeiro amor! Um selinho não conta! – Mike disse a Jess e ambos já começavam uma discussão boba.

– Contou para mim! – Jess resmungou.

– As mulheres nunca sabem quando é pra valer! – Emmett gritou lá do fundo da sala.

Rosalie encarou seu namorado pelo canto dos olhos, com seu pior olhar mortal, e Emmett voltou a beber o conteúdo de sua taça ficando em silêncio.

– Ela diz isso porque quando eu a comprimentei com um beijo no rosto, não aguentei e roubei um selinho dela! – Mike explicou.

– Ai…isso não termina hoje! – Shanti resmungou impaciente!

– Então… voltando ao porquê de reunir todos aqui hoje, em especial você Isabella, que é a única família da mulher que eu amo, por tanto, considero á você como minha cunhada…de certa forma. E também minha cúpida! Fiquei muito feliz quando Jess contou que vocês viriam passar o fim de semana na cidade, então não tive o porquê adiar tudo isso!

– Já tomei a liberdade de pedir Jess em casamento em outro momento e felizmente, ela me disse sim! E agora, quero oficializar isto! Aqui com a presença de todos! – Mike pegou no bolso de sua calça a pequena caixinha vermelha e abriu a frente de Jess.

– Minha loirinha, aceite este anel, como um presente de noivado! – Mike a presenteou.

Jess sorria com lágrimas nos olhos e esticava sua mão direita.

Todos aplaudiam. E após um beijo respeitoso e amoroso, veio o silêncio da pequena plateia e Jess se direcionou a Isabella e Anthony que estavam admirando o casal abraçados.

– Tenho um pedido a fazer… - Jess sorria ao lado do então oficial noivo.

– Quero vocês dois como nossos padrinhos de casamento! – Anthony e Isabella se entre olharam, estavam surpresos, mas Isabella estava mais agradecida e emocionada que surpresa.

Eles se levantaram e foram até o casal, abraça-los e cumprimenta-los.

– É claro que aceitamos! – Isabella disse emocionada.

– Não tenha dúvida disso! Será uma honra para nós! – Anthony conclui, felicitando o casal.

– Eu tenho mais uma coisa a dizer! – Jess disse um pouco mais alto, chamando a atenção de todos mais uma vez, já que se dispersavam pela sala.

Mike olhou sua noiva, assim como seus pais. Isabella ficou a frente de Anthony, que a abraçava por trás e beijava sua bochecha.

– Eu tenho uma notícia a dar! – Jess disse tensa. – Eu estou grávida!

Um barulho abafado de algo pesado caindo ao chão foi ouvido, e quando todos olharam para o lugar de onde vinha o som, perceberam que era Mike, ele havia desmaiado, desmoronado no chão feito um boneco de fantoche.

– Oh OW! – Shanti murmurou, mas o silêncio que tomava o ambiente permitiu que as pessoas mais próximas a ela, ouvissem e a encarassem. Ela deu de ombros.

Então a risada estrondosa veio do fundo da sala! Fazendo todos virarem o pescoço para encarar o cara grande que se contorcia de rir, esquecendo o noivo e futuro pai desmaiado ao chão!

Emmett ria descontrolado, quando a jovem entrou na sala empurrando o carrinho com o bolo de noivado, mas ficou paralisada o encarar Mike ainda no chão, completamente desmaiado.Enquanto Jess abanava a mão a frente do rosto de Mike, agachada ao seu lado.

– Oh meu Deus! – A jovem empregada sussurrou, pondo a mão na boca.

Nem ao menos os pais de Mike conseguiram sair do choque do momento, assim como os demais convidados!

Continua...

4 comentários:

Anônimo disse...

muito legal amei espero que bela fique bem depois de tanto sofrimento que passou ela e antony mercem ser feliz e que essa gestaçao dela corra tudo bem beijos e uma linda noite para vce

Anônimo disse...

Kkkkkkkk oh my good...o mike desmaiou....estou amando mais ainda essa fic!!!!! boa noite. ate amanha. bjs jannayra

Joelma Pacheco disse...

kkkkkkkkk esse final foi muito mara ......... Parabens aos noivos !!!

Bells disse...

Kkkkkk

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o post: